Scroll Top

Sobre o Bolsa Família

Bolsa Família Valor por filho

Para muitas pessoas, a pesquisa por “Bolsa Família Valor por filho” é tema de dúvida constante, que raramente chega a respostas concretas. Isso não acontece à toa. Na verdade, as regras sobre o assunto são um pouco complicadas, pois apresentam limites e casos de exclusão.

Além disso, a passagem natural do tempo faz com que um mesmo filho passe a representar uma categoria diferente, mudando o valor que recebe. Ao mesmo tempo, porém, a mudança de categoria muda a quantidade máxima de beneficiados dentro daquele intervalo de idade.

Parece complicado? Não se assuste! Continue lendo nossa explicação abaixo, que explica cada uma das regras existentes para facilitar a sua compreensão por assunto:

Bolsa Família Valor por filho

Bolsa Família Valor por filho

Bolsa Família valor por filho entre 0 e 15 anos

No caso de filhos entre 0 e 15 anos, o valor pago pelo benefício a cada um, de acordo com o preço atual do programa, é de R$ 41,00. Este é o mesmo valor pago à mulher gestante e nutriz.

Vale ter em mente que só é possível acumular até cinco benefícios desta categoria por família. Isso significa que se houver um sexto filho menor de 15 anos, a família não terá direito a um benefício adicional para ele.

Bolsa Família valor por filho 16 e 17 anos

O chamado benefício variável jovem é aquele destinado aos adolescentes de 16 e 17 anos, válido até sua maioridade. O valor do benefício para essa categoria é de R$ 48,00 mensais. Embora o valor seja maior, neste caso, pode-se acumular apenas duas vezes por família.

Isso quer dizer que se a família já conta com dois filhos adolescentes entre 16 e 17 anos, e um filho de 15 anos entra para essa categoria, ele não somará mais R$ 48,00. Na prática, a família perderá os R$ 41,00 mensais destinados à categoria de filhos até 15 anos, neste cenário.

Categorias de beneficiários do Bolsa Família

Entender o valor pago por filho no programa social é importante para entender com quanto sua família poderá contar do Bolsa Família mensalmente. Em primeiro lugar, é necessário considerar que filhos se enquadram na categoria variável, junto a gestantes e nutrizes.

As famílias que possuem direito ao benefício dividem-se em duas categorias:

Aqueles que se encaixam na extrema pobreza são as famílias cuja renda per capita não supera os R$ 89,00 mensais. Neste caso, independentemente da quantidade de filhos presentes, a família receberá o benefício básico, também no valor mensal de R$ 89,00. Além do valor básico, receberão o benefício variável por filho, nos limites apresentados neste artigo.

Já as famílias que se enquadram na situação de pobreza são aquelas que a renda per capita é superior a R$ 89,00, mas não ultrapassa os R$ 178,00. Neste caso, não há o recebimento do benefício básico, sendo obrigatória a presença de menores de idade, grávidas ou nutrizes na composição familiar para o recebimento.

Famílias cuja renda per capita ultrapassam os R$ 178,00 não possuem direito ao Bolsa Família, independentemente da composição familiar, uma vez que o cálculo da renda per capita já considera a proporcionalidade das condições de vida.

Rate this post
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.